outubro 15, 2012

O Golpe do Cabaret em Buenos Aires



Golpe a turistas brasileiros. Parece que todo dia um argentino inventa um golpe novo para aplicar em um turista brasileiro. Conheça mais um deles, o golpe do cabaret (prostíbulo). Fique esperto e não caia nessa furada.



Muitos brasileiros caíram nesse golpe e muitos ainda caem e a quantidade de dinheiro que se perde depende de quanto você tiver na carteira no momento. O problema maior é que o golpe se passa em um prostibulo e por isso 90% das vítimas ficam constrangidas de dar parte e os 10% que derem parte nunca reaverão a grana. Sem falar que já conversei com gente que deu parte, enquanto esperavam na delegacia, conversaram com outras pessoas que disseram que a policia sabe desse tipo de golpe mas não fazem nada sobre isso.

O golpe acontece mais ou menos assim, caminhando pela Florida ou pela Plaza de Mayo, um sujeito desses que entrega panfleto te entrega um panfleto de uma boate e puxa papo contigo. Em poucas frases ele tenta te convencer a ir conhecer uma boate nova (as vezes dizem cabaret) que está abrindo. Diz que a primeira visita é de graça, você olha o panfleto e há mulheres lindíssimas, as fotos sugerem que é uma boate com pole dance e coisas do tipo e muitos homens acabam dedicando uns minutos para irem conhecer o lugar.

A entrada é em um corredor escuro, o local fica em um subsolo com muito pouca iluminação, muita gente nessa hora já desconfia um pouco da situação (mas nunca o suficiente para ir embora). Assim que você entra algumas garotas (não as maravilhosas do panfleto) se aproximam e puxam papo com você, perguntam do que você gosta e te fazem pensar que ao invés de boate o lugar é na verdade um prostíbulo. A maioria dos homens ao saber que é um prostíbulo permanece no local ainda mais interessado que antes e em poucos minutos alguém vem lhe servir refrigerante e mesmo que você não aceite, as garotas com vocês aceitam e tomam. Assim em menos de 10 minutos uma mulher (acredito que a cafetina) aparece e diz que você precisa pagar a bebida. Ai diz que cada copo custa 30, em alguns casos até 60 pesos (os preços variam, elas inventam o que querem).


Ai você diz que não pediu refrigerante ou que nem se quer tomou, mas elas dizem que as garotas pediram e que entra na sua conta, ou qualquer coisa do tipo. Em fim, inventam uma desculpa ridícula para te obrigar a pagar, quando na verdade já está nítido de que você está sendo roubado.

Muita gente diz que não tem dinheiro e elas acabam revistando a pessoas, já ouvi até casos em que o cara abriu a carteira para pegar 100 pesos e a mulher enfiou a mão na carteira dele e tirou 700 pesos.

Isso tudo acontece com muita pressão, a porta está fechada com uma corrente, as mulheres ameaçam chamar o segurança o tempo todo e a “cafetina” fica com uma lanterna no seu rosto e não te deixa ver bem. Em alguns casos até tem mesmo um homem enorme na sala, já te intimidando.

Todos os casos que conheço, as pessoas acabaram pagando, não tem jeito, até os casos em que mandaram chamar a policia ou em que a vitima pesava mais de 100Kg, todos se vem acuados e terminam pagando.

As primeiras histórias dessa ouvi em 2004 e até hoje, 2012, 2011 e 2012 continua acontecendo exatamente igual.

Fiquem de olhos abertos nesse golpe, não caiam em furada, informem-se bem antes de entrar em algum cabaret ou boate. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 comentários:

  1. Aconteceu comigo, fiquei assustadíssimo.

    ResponderExcluir
  2. Ricardo Vasconcelos30 de novembro de 2012 21:23

    Brasieliro só toma no cu!! Nesse País..! Puta que pariu!!
    Aconteceu comigo.. perdi 250 pesos.. pra falar por 10 minutos com duas mulheres rídiculas, magras e narigudas..
    Que Merda..!
    La Policía??
    No lo hacen nada..!
    Putos Cretinos Argentinos..!

    ResponderExcluir
  3. Homem é um bicho burro, não me admira que passem por isso e por outras ainda piores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, me deram um panfleto com mulheres lindíssimas, só o panfleto já te deixa animado. Então entrei para experimentar e no final foi como o Ricardo Vasconcelos falou, só mulé feia e nariguda e magrela.
      Decidí dar mais uma chance e ir em outro. Dessa vez foi ainda pior, era cheio de travestis.

      Excluir
    2. Anônima, não tem nada a ver com ser bicho burro. O cara diz que oferece um serviço, a gente acredita e compra. Mas se é golpe, não temos como saber, pode acontecer com qualquer pessoa (homem ou mulher ou gays) comprando um serviço. Concorda?

      Excluir
  4. 1997 !! Eu era estudante em Buenos Aires e com um amigo do interior da Argentina fomos convidados a um lugar desses e passamos pelo mesmo. Isso aconteceu ha mais de 16 anos e esse golpe ainda existe. Incrivel !

    ResponderExcluir
  5. Acabei de passar pelo golpe. Elas me arrastarampra dentro na SSuipacha proximo a tucuman. Eu e que nao paguei, deixei a cafetina puta e corri. Eu heim. Gente besta que cai de verdadr nesse golpe. Quem cairam foi elas que tomaram aquele tang de naranja sozinhas e ficaram com cara de palhacas. Ascenderei velas pra que engravidem e se fodam, vao conhecer a macumba brasileira

    ResponderExcluir
  6. Tenho um amigo que mora na Argentina e tentaram aplicar esse golpe nele. Levaram ele pra um subsolo também, tinhas umas três meninas e na hora perguntaram se ele aceitava um refresco (vejam a má fé) enquanto conversava com elas e era bem isso, um tang de naranja, rs. O problema é que, por trabalhar em segurança privada, ele anda armado, era um dia frio e ele estava com uma pistola sob sua roupa. Na hora de ir embora, a cafetina queria cobrar 200 pesos por 3 copos de ki-suco e ao seu lado estava um segurança com físico de jogador de rugby, para intimidar. Meu amigo sacou a pistola e falou que abriria fogo ali mesmo, se não o deixassem ir....deixaram ir na mesma hora....vcs acham que ele foi denunciado????

    ResponderExcluir
  7. Cai nesse golpe. Exatamente do mesmo jeito. Com o tang laranja.

    ResponderExcluir
  8. bem feito para estes otarios,pensa que vai entrar em um harem cheio de lindas mulheres, cheirosas e gostosas e so encontram barangas faminta pela carteira dele,da proxima vez pensem 10 vezes antes de entrarem nestes puteiros argentinos.

    ResponderExcluir
  9. fui a argentima em 2015 e la nao sao so as putas a policia tambem rouba os brasileiros principalmente no norte vem a placa e inventam que vc furosu um sinal vermelho e pedem propina para nao multar

    ResponderExcluir
  10. Kkkkkkkk..boludos!!,.primeiro,eles abordam brasileiros pq pensan que tem muito dinheiro e sabe que gastamos.....sugiro.casas de masagens..supostamente...sao apartamentos com garotas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por av.cordoba y esmeralda perto de um mercado.quem conhece vai consegui identificar..as garotas sao lindas fui.e vi paraguaya argentina..e ate brasileira..pra quem sente falta do sexo com morena gostosa.kkk..este lugar e top..mad tem outros..so nuscar folhetos coladoss nas lixeiras de capital

      Excluir