junho 30, 2012

Golpes de taxistas


Previna-se de cair em algum dos golpes dos taxistas de Buenos Aires; fique esperto; conheça os truques e viagem seguro.
Conheça o famoso golpe da filha no hospital, que para os turistas é sempre um golpe novo.[..]

  


Tem gente que viaja para lá e para cá de taxi e nem percebe, tem gente que já mora aqui faz anos, mas por causa do sotaque, continua sendo vítima dessas tentativas, em fim, ninguém está livre desses taxistas, por isso hoje escrevo para alertar aos meus amigos compatriotas e qualquer interessado, de como abrir o olho com taxista espertinho.

O primeiro golpe é o da filha morrendo no hospital. Esse é antigo, mas para turista nunca é sempre nova. Considero esse o menos agressivo, mas não deixa de ser desonesto. O sujeito atende o telefone enquanto você está no taxi e faz uma cena, fingindo ter uma filha morrendo no hospital. Ai ele diz coisas do tipo “Calma, eu vou conseguir o dinheiro, estou trabalhando dia e noite bla, bla, bla”. O cara não te rouba, mas manda essa para você ouvir, se compadecer e dar um trocado a mais no final da viagem ou deixar o troco para ele. 


 O segundo golpe; um golpe muito comum, que muita gente cai e nem nunca fica sabendo e que é perigosíssimo para a vítima são as notas falsas. Diga-se de passagem, não são passadas apenas por taxistas não. Esse golpe é perigoso porque se você é pego com uma dessas, as pessoas podem não acreditar que você recebeu de outro e você se complica com a polícia. 

Muitos taxistas passam notas falsas. Para evitar esse problema, tenha sempre notas pequenas, para evitar troco e eu particularmente sempre pago do lado de fora do carro, onde eu possa ver bem o que ele faz com as notas, pois alguns trocam a sua nota por uma nota falsa deles e te dizem que não podem aceitar essa nota. Então você acaba pegando a nota falsa. 

Outra sugestão segura e barata seria comprar uma dessas canetas detectoras de dinheiro falso e sempre testar na frente da pessoa quando receber troco ou antes de pagar.

O terceiro golpe é o do preço fixo. Até mesmo nas tendas dentro do aeroporto isso acontece, cuidado. Você paga preço fixo e pensa que está tranquilo, mas não. O preço que você pagou é provavelmente muito mais alto do que realmente vale a viagem e para justificar o taxista dá voltas com você tomando caminhos longos. Fazem muito isso mesmo sem preço fixo, ligam o taxímetro e dão voltas e voltas. Até comigo que conheço o percurso, tentam fazer isso, mas cuidado, porque as vezes o taxista tenta meter uma de que o trânsito naquela rua está parado ou qualquer coisa do gênero. Quando é assim eu peço para ir por lá mesmo assim, se ele insistir na rota dele, cai fora que é furada. 
Para evitar essa é difícil, o turista chega no aeroporto sem ter a menor noção de quanto se paga pela viagem e já sabendo que taxis saindo do aeroporto normalmente são mais caros, então aceita qualquer barbaridade que o taxista dizer. Bem a solução que eu encontrei (quando era turista aqui) é: Alguns dias antes de viajar, checar o preço de quanto está se cobrando para fazer esse percurso. Eu vou no Facebook mesmo ou blogs como o vivendo no estrangeiro e pergunto para a galera. 

Prestando atenção a essas dicas, não tem frustração. Eu sei que não é legal viajar tendo que se preocupar com esse tipo de coisa, mas infelizmente é assim e não só em Buenos Aires, em qualquer país do mundo você pode ser vítima de golpe de taxista, inclusive no nosso Brasil. 

Ultima dica que deixo é, se estiver viajando com argentino, deixe que ele fale com o taxista, assim ele não percebe que você é gringo.

Se você já passou por algum desses golpes, deixe um comentário aqui para a gente contando como foi. Obrigada. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

  1. Oi! que horror ninguem pode pegar um taxi em paz mais, não podemos fazer nada mais né, ótima dica mesmo. Beijos ótimo fds!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Nana, infelizmente está assim, em todos os lugares. Antes taxista era uma profissão digna, agora passou a ser trabalho de malandro safado.

      Excluir
  2. oh my gosh, I guess it is hard when you are a foreigner and don't speak the language

    ResponderExcluir
  3. Os maiores ladrões de Buenos Aires chamam-se TAXISTA.
    Vamos fazer uma campanha de ninguém ir até aquele país desgraçado.
    Fui vítima desses safados.

    Célia

    ResponderExcluir
  4. qnd fui um taxista quis passar o golpe da mala.... tinha um papel colado no painel do carro dele dizendo que cada mala custava 5 pesos a mais.... se o cara ta pegando passageiro no aeroporto como nao vai ter mala? como eu havia combinado preco antes com um "chefe" dele e tinha sido um valor fixo eu falei que nao iamos pagar... ele fez graça dizendo que era lei... e eu falei pra ele parar o carro que nos iamos descer (eu e minha familia)... aii ele ligou pro cara e fingiu que acertou.... mas pelo menos nesse golpe nao caimos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faltaram algumas virgulas... mas da pra entender, né?

      Excluir